AnaMaria

Luiza Brunet viaja pelo mundo para falar sobre violência contra a mulher

Luiza Brunet viaja para falar sobre violência doméstica

Da Redação Publicado em 11/02/2020, às 13h54 - Atualizado às 13h56

Para ela, falar sobre o assunto é uma “missão” - Instagram
Para ela, falar sobre o assunto é uma “missão” - Instagram

Luiza Brunet fez uma viagem de 80 dias pelo mundo para falar sobre violência doméstica. Em entrevista ao jornal O Globo, a ex-modelo contou sobre a experiência. 

"As formas de agressão seguem passos similares em diferentes nacionalidades. Na minha volta ao mundo, passei pelos Estados Unidos, pela Ásia e pela Europa. Além disso, viajei por vários estados brasileiros. Fiz um mergulho em culturas diferentes, mas vivenciei realidades inacreditavelmente parecidas", disse.

Para ela, falar sobre o assunto é uma “missão” para tentar ajudar as mulheres que passaram por abusos e agressões. 

"Não me canso, e este ano farei tudo isso de novo. Levo comigo nessas viagens a minha história, a minha escuta e algumas palavras encorajadoras", contou. 

Em 2016, Luiza Brunet denunciou o marido, Lírio Parisotto, por violência doméstica. Por mais que não tenha citado diretamente a situação, ela disse que é grata por sua história de vida ter encorajado diversas mulheres.

"Me emocionei com a capacidade de mobilização dos grupos de mulheres. Agradeço por minha história ter sido capaz de encorajar outras mulheres a quebrar o silêncio e expor as suas dores. Essa troca é muito importante. Não é simples para a maioria das mulheres vítimas de violência trazer à tona experiências dolorosas, antigas e quase sempre crônicas", falou.