ultimas-noticias   / PRONUNCIAMENTO

Marina Araújo fala pela primeira vez após ser refém em invasão à Globo

Jornalista usou as redes sociais para tranquilizar os fãs 

Da Redação Publicado sexta 12 junho, 2020

Jornalista usou as redes sociais para tranquilizar os fãs 
Repórter Marina Araújo da TV Globo - Instagram/@marinanews

Marina Araújo se pronunciou pela primeira vez após ter sido feita refém durante uma invasão aos estúdios Globo, que ocorreu na última quarta (10), no Rio de Janeiro (RJ). "Tive fé", disse. Ela usou as redes sociais, na quinta-feira (11), para tranquilizar os fãs.

"Agradeço imensamente pelas mensagens de solidariedade e carinho [...] Me vi em uma situação limite, incontrolável, mas tentei manter a calma. Tive fé. Falei o que podia pra acalmar os ânimos. Contei histórias e deu certo", iniciou ela.

Em seguida, a jornalista aproveitou a publicação para destacar o importante papel da Polícia e de Renata Vasconcellos. "Agradeço ao coronel Heitor e à Renata... E todos que ficaram do meu lado até eu vir pra casa", escreveu.

Diversos internautas comentaram com mensagens de apoio à repórter. "Força Marina, tomará que você supere esse trauma... Todos contra a violência em todos os sentidos!", escreveu um. "Marina, Deus te abençoe, graças a Deus que você tá bem. Tudo de bom viu e parabéns ao Coronel e a Renata que colaboraram", comentou outro. 

ENTENDA

Um homem invadiu os estúdios da Rede Globo, localizados no Jardim Botânico, na zona sul do Rio de Janeiro, na quarta-feira (10).

O desconhecido pulou as catracas da entrada e fez a repórter Marina Araújo como refém, portando uma faca. O rapaz estava procurando a apresentadora do 'Jornal Nacional', Renata Vasconcellos. 

Após a confusão, alguns PMs foram chamados para o local. O rapaz chegou a ser detido e a jornalista foi liberada sem nenhum machucado. 

Último acesso: 26 Jul 2021 - 12:03:01 (1113337).