AnaMaria

Prefeitura de SP cancela Réveillon na Av. Paulista e mantém uso obrigatório de máscaras

Secretaria Municipal de Saúde afirmou que medida é uma cautela diante do atual cenário da pandemia

Da redação Publicado em 02/12/2021, às 09h58 - Atualizado às 09h59

São Paulo cancela tradicional réveillon da Avenida Paulista - Unsplash
São Paulo cancela tradicional réveillon da Avenida Paulista - Unsplash

A Prefeitura de São Paulo cancelou o Réveillon 2022 e decidiu manter o uso obrigatório de máscaras em locais abertos e fechados. A informação é do G1, desta quinta-feira (2). 

O portal afirma que a medida deve ser anunciada ainda nesta manhã por Ricardo Nunes (MDB), que está em Nova York com o governador João Dória (PSDB). 

O secretário municipal de saúde disse que a decisão de cancelar o tradicional evento da Avenida Paulista acontece diante de um novo cenário da pandemia que pede cautela frente ao surgimento da variante Ômicron. 

Até a publicação desta nota, São Paulo confirmou a nova cepa em um casal que não estava vacinado e voltou recentemente da África do Sul, enquanto Guarulhos, na Grande SP, registrou o caso de um homem imunizado com duas doses da Pfizer, que voltava da Etiópia.

Outras 15 capitais brasileiras também cancelaram as festas de ano novo de forma total ou parcial em razão da Covid. São elas: Aracaju, Belém, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Florianópolis, Fortaleza, João Pessoa, Natal, Palmas, Porto Alegre, Recife, Salvador, São Luís e Vitória.

MÁSCARAS
A cidade de São Paulo iria flexibilizar o uso de máscaras em lugares abertos a partir do dia 11, seguindo o calendário do governo estadual. No entanto, a prefeitura deve voltar na decisão e manter o uso de proteção. 

Nesta quinta-feira, o governo do estado também deve anunciar se as máscaras seguem obrigatórias ou não em locais externos.