AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Secretário da Cultura pede demissão após suspensão de edital com séries LGBT

Após suspensão de edital com séries LGBT, secretário da Cultura pede demissão

Da Redação Publicado em 21/08/2019, às 18h15 - Atualizado às 18h40

Henrique Pires estava no posto desde o início do governo Bolsonaro - Mauro Vieira / Ministério da Cidadania
Henrique Pires estava no posto desde o início do governo Bolsonaro - Mauro Vieira / Ministério da Cidadania

Henrique Pires, secretário especial de Cultura do Ministério da Cidadania, está saindo de seu posto no governo.

O político informou em entrevista ao G1, nesta quarta-feira (21), que deixará o cargo e que sua saída já foi acertada com o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

Pires assumiu a função no início do governo Jair Bolsonaro e sua decisão de deixá-la veio após a suspensão do edital que havia selecionado séries sobre diversidade de gênero e sexualidade que seriam exibidas nas TVs públicas.

A portaria assinada por Osmar suspende o edital por 180 dias, com possibilidade de prorrogação por mais 180.

"Isso [suspensão] é uma gota d'água, porque vem acontecendo. E tenho sido uma voz dissonante interna. Eu tenho o maior respeito pelo presidente da República, tenho o maior respeito pelo ministro, mas eu não vou chancelar a censura", declarou para o veículo.

DECISÃO DE BOLSONARO
O presidente Jair Bolsonaro anunciou a suspensão de um edital com séries de temas LGBT para TVs públicas. A informação foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (21).

A decisão de Bolsonaro não agradou a internet, que rapidamente fez duras críticas ao político. 

O perfil oficial do partido PSOL no Twitter demonstrou insatisfação com o ocorrido. "Sabe quem tem orgulho de censurar expressões artísticas e a diversidade do país que governa? Ditadores. Por que tanto ódio da população LGBT, Bolsonaro?". 

{# Taboola Newsroom #}