AnaMaria
Coluna Bianca Vilela / Novembro azul

Saúde do Homem: entenda a importância de manter o check-up em dia

Cuidados com a saúde do homem evitam problemas no futuro

Bianca Vilela, colunista de AnaMaria Publicado em 04/11/2021, às 09h30

Homens também precisam ter cuidado com a saúde. - Unsplash
Homens também precisam ter cuidado com a saúde. - Unsplash

O mês de novembro chegou e, junto a ele, tem início a importante campanha Novembro Azul, que serve justamente para chamar a atenção e enaltecer os cuidados com a saúde e a prevenção do câncer de próstata. Mas que tal ampliarmos a prevenção? Sempre enfatizo, em minhas aulas e palestras, que somos seres integrais e únicos, cujas doenças chegam porque o organismo está em desequilíbrio

Um importante indicador é o tamanho da sua circunferência abdominal. Pegue uma fita métrica, a coloque bem em cima do umbigo e veja quantos centímetros tem a sua circunferência. No caso dos homens, essa medida não deve ultrapassar os 102 cm. Você sabia que, de acordo com o último Censo Demográfico do IBGE, atualmente existem no País aproximadamente 202,7 milhões de pessoas, sendo que 48,7%, ou seja, quase 100 milhões, formam a população masculina? Nós, mulheres, somos a maioria, entretanto, existem muitos homens no país carentes de cuidados gerais.

Pois é, minha gente! Qualificar a saúde da população masculina, oferecendo, assim, diagnóstico precoce e prevenção de doenças cardiovasculares, cânceres e outras, como diabetes e hipertensão, torna-se fundamental para as metas relacionadas à saúde pública e privada.

E como está essa nossa população masculina? Homens vivem sete anos e meio a menos do que as mulheres. As principais causas de mortalidade masculina, entre 20 e 59 anos, são as causas externas, como agressões e acidentes de veículos, seguido das doenças do aparelho circulatório (infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca).

NOVEMBRO AZUL
Mas e o câncer de próstata? Este aqui acomete e mata muitos indivíduos. No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido a doença, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Lembrando que a próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, e se assemelha a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.

Devemos destacar a importância da prevenção e do diagnóstico. Como a maioria das doenças, o câncer de próstata não apresenta sintomas na fase inicial e, quando acontece o diagnóstico, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Contudo, em fase avançada, temos os seguintes sintomas: dor nos ossos, desconforto para urinar e, em alguns casos, até a presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

Fique atento aos  principais fatores de risco:

  • Genética: histórico na família de câncer de próstata (pai, irmão e tio)
  • Maioria: homens negros representam maior estatística
  • Estilo de vida: sobrepeso e obesidade.

COMO PREVENIR O CÂNCER DE PRÓSTATA?
O diagnóstico precoce faz toda a diferença. Por isso, a atenção deve ser redobrada e, por favor, vamos parar com este mito de que homem não gosta de ir ao médico. Afinal, não podemos mais conviver com esta atitude descabida, não é mesmo?  

É de grande importância ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal.

Havendo o diagnóstico, o tratamento será definido pelo médico, sempre buscando o melhor para o paciente. Tabus e preconceitos não cabem mais em nossa sociedade. Então, é hora de se colocar em primeiro lugar! E não esqueça de compartilhar estas dicas com toda a família, afinal, todos estão precisando dar mais atenção à saúde. Te espero no Instagram da AnaMaria, tem vídeo especial sobre este tema.

*BIANCA VILELA é autora do livro 'Respire', mestre em fisiologia do exercício pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), palestrante e produtora de conteúdo. Desenvolve programas de saúde in company em grandes empresas por todo o país há mais de 15 anos. Na AnaMaria fala sobre saúde no trabalho, produtividade e mudança de hábitos. Instagram: @biancavilelaoficial