familiafilhos   / Mão na massa

Artes e crianças: saiba como estimular a criatividade dos pequenos na quarentena

Dificuldades em deixar seus filhos entretidos? Artista plástica dá dicas

Marcela Del Nero Publicado sexta 31 julho, 2020

Dificuldades em deixar seus filhos entretidos? Artista plástica dá dicas
As atividades podem ser feitas em conjunto, deixando a família ainda mais próxima - Vlad Vasnetsov/Pixabay

Desde a instituição do isolamento social, devido à pandemia do novo coronavírus, diversas famílias tiveram que adaptar sua rotina, visto que escolas e creches não estão abrindo para desacelerar a transmissão do COVID-19.

No entanto, após quase quatro meses em isolamento social, pais sofrem com a dificuldade de manter os filhos entretidos sem recorrer à TV, celular e tablet.

Pensando nisso, AnaMaria Digital conversou com a artista plástica Kalina Juzwiak para te dar algumas dicas de como trabalhar a criatividade das crianças nesse período complicado. E o melhor: as atividades podem ser feitas em conjunto, deixando a família ainda mais próxima.

“As crianças conseguem criar universos sozinhas, quando estimuladas a isso. Às vezes, não precisamos estar presentes o tempo todo ao lado de uma criança para brincar ou criar, mas sim tomar um tempo para montar um ambiente propício para isso”, explica.

INCENTIVO À CRIATIVIDADE
A empreendedora criativa afirma que os adultos têm muito o que aprender com as crianças: “É um exercício de quebrar crenças, de que para criar precisa-se de brinquedos ou ideias mirabolantes. Esquecemos que tudo pode virar uma brincadeira e uma oportunidade de convivência e criatividade”.

Com base nessa observação, ela criou o projeto ‘Paint with Artists’, em tradução livre ‘Pinte com Artistas’, com o objetivo de que desenhos sejam compartilhados para que crianças e adultos possam colorir, libertando do medo de errar.

“É um momento de se conectar com aquele momento e transformar uma imagem em preto e branco em um mundo de possibilidade coloridas, além de se tornar uma atividade recreativa para as crianças e meditativa para a maioria dos adultos”, destaca.

Foram disponibilizadas cerca de 180 imagens que você pode escolher, imprimir e se divertir. Separe a caixa de lápis de cor, giz de cera, tinta, canetinhas coloridas, ou qualquer coisa que possa dar um pouco de cor ao desenho. Confira todas aqui!

SEM IMPRESSORA? HÁ SOLUÇÃO
Utilizando aplicativos em dispositivos como celulares ou tablets, é possível criar uma verdadeira obra de arte. Então, apenas encontre o aplicativo que você mais se identifica, baixe uma arte e comece a colorir, com todas as possibilidades de pincéis, efeitos e cores digitais. 

No entanto, o ideal é apostar no papel mesmo. “Eu, talvez mais nostálgica com a minha própria infância, particularmente gosto da sensação do pintar sobre um papel, pois cria todo um universo de sensações táteis também”, exemplifica Kalina.

DÁ PARA FAZER SEM DESENHO TAMBÉM!
Tudo depende da personalidade da criança. Segundo a especialista, algumas se sentem mais seguras tendo alguém mostrando as possibilidades, ou em um momento inicial criando o ambiente para aquilo. Outras são mais criativas e proativas, apenas criar um ambiente para a atividade já é o suficiente em um primeiro momento. 

Juzwiak explica que desenhos para colorir podem ser um bom início para quebrar os medos de errar. “Mas claro, se as crianças, ou até mesmo os adultos, gostam de uma página em branco para preencher livremente, este é um caminho sempre lindo também que cria um universo de possibilidades”, orienta.

ACALMA O CORAÇÃO
“A mente do ser humano está sempre conectada a mil pensamentos. Colorir, criar, pintar, desenhar, ou outras atividades artísticas, exigem um desligamento do ‘pensar’ e um foco no agir. Uma vez que nos permitimos, sem medo de errar, o resto é uma conexão com o momento. Entramos em um estado que nos permite estarmos totalmente presentes, tendo efeitos terapêuticos e meditativos”.

Último acesso: 18 Sep 2021 - 14:00:22 (1118516).