AnaMaria

Que tal plantar milho de pipoca e dar o broto para meu animal de estimação?

Vídeos falando sobre o assunto viralizaram nas redes sociais; fomos investigar com especialista

Marcela Del Nero Publicado em 28/07/2020, às 08h00

A ingestão dessas plantinhas auxilia digestão - Arquivo Pessoal
A ingestão dessas plantinhas auxilia digestão - Arquivo Pessoal

Você já ouviu falar da sugestão de plantar milho de pipoca e oferecer os brotos para os animais de estimação? Recentemente, vídeos ensinando como fazer o cultivo da grama viralizaram nas redes sociais e tutores se arriscaram na jardinagem para dar um agrado ao seu pet.

Mas, afinal, isso é seguro para os bichinhos? AnaMaria Digital foi investigar e segundo Marcela Barbieri, zootecnista e médica veterinária comportamental, a planta não é tóxica e pode ser consumida por cachorros e gatos, sim. Contudo, alguns cuidados são necessários.

“O tutor deve ter atenção para verificar a saúde da planta, se não está apresentando fungo ou parasitas e também se é livre de agrotóxicos antes de fornecer”, alerta a especialista. Outra recomendação importante é procurar sementes de boa procedência para evitar qualquer risco.

BENEFÍCIOS 
A ingestão dessas plantinhas auxilia digestão, favorecendo a eliminação de bolas de pelos e fezes. Além disso, pode ser um item de diversão para os bichos, já que eles podem expressar um pouco do seu comportamento natural. 

De acordo com Barbieri, as fibras vegetais da grama auxiliam na regulação da flora intestinal e no equilíbrio do trato digestivo como um todo, sendo assim uma fonte de vitaminas e minerais.

ATENÇÃO
“Não vejo necessariamente como malefício, mas a ingestão pode provocar vômito em alguns animais”, ressalta.  Por isso, é importante ficar atento a como o seu bichinho fica após a primeira degustação. Marcela ainda destaca que cães que procuram por essa planta pode alertar também sobre algum desconforto gastrointestinal. Assim, fique de olho no comportamento do seu melhor amigo. 

A atitude pode ser causada por altos níveis de estresse e pode estar relacionado a algum desequilíbrio emocional como ansiedade ou tédio. Vale lembrar que outros vícios, como lambedura excessiva de patas, pode ser um alerta aos distúrbios. Caso perceba algum comportamento estranho, procure um médico veterinário de sua confiança.

ALTERNATIVAS
Além do milho de pipoca, existem outros brotos que podem ser oferecidos para os animais de estimação como aveia, trigo e alpiste. Que tal plantar em um vaso ou no jardim?

É bem simples, você vai precisar apenas de terra, os grãos, um vaso (se não tiver jardim) e água. 

Adicione dois terços de terra no recipiente que você usará, depois adicione um punhado da semente escolhida, complete com terra e regue regularmente. Demora cerca de uma semana para começar a ver os brotos, aguarde até que eles atinjam uma altura de 10 cm para oferecer ao seu bichinho.

EXPERIÊNCIA
Aqui em casa, a Vênus (cachorrinha que vocês viram na imagem na matéria) amou e já estamos no segundo vasinho. Ela sempre curtiu comer graminhas quando entra em contato. Como moramos em apartamento, essa foi uma alternativa muito legal para que ela consiga ter essa opção mais próxima durante a quarentena.