AnaMaria

Após depoimento de Ashton Kutcher, assassino tem sentença definida; entenda

Homem que matou duas mulheres pode enfrentar pena de morte, após depoimento de Ashton Kutcher

Da Redação Publicado em 15/08/2019, às 21h18 - Atualizado em 18/08/2019, às 10h56

Ashton Kutcher testemunha em caso de assassinato - Reprodução/Getty Images
Ashton Kutcher testemunha em caso de assassinato - Reprodução/Getty Images

O ator internacional Ashton Kutcher testemunhou durante um julgamento de um assassino em maio deste ano. Após alguns meses, a sentença de Michael Gargiulo foi definida nesta quinta-feira (15).

O homem foi condenado pela morte violenta da amiga do artista, Ashley Ellerin, e ainda pode enfrentar a pena de morte. Segundo o portal TMZ, o júri começou a deliberação na última segunda-feira (12).

Além de Ashley, Gargiulo mais uma acusação de homicídio e uma terceira tentativa de assassinato.

Alegando inocência, o acusado informou ter 'insanidade mental'. De acordo com a revista Peolple, se o júri rejeite sua pleito, o caso seguirá para fase de pena de morte.

ENTENDA O CASO
Solteiros na época, Ashton e Ashley haviam marcado um encontro romântico para a noite da tragédia. Mas ele acabou se atrasando para o 'date' e, quando chegou na casa de Ashley, encontrou a porta trancada e as luzes acesas.

No dia seguinte, o ator ficou sabendo do assassinato e procurou a polícia para esclarecer o motivo de ter visitado a jovem e suas digitais estarem na maçaneta da porta. 

O testemunho de Kutcher aconteceu em Los Angeles (EUA) e as autoridades irão ouvir o relatos de mais 100 pessoas.

O serial killer Michael Gargiulo foi descrito pelos promotores como um "assassino sexual em série", que costumava abusar da vítima e em seguida a esfaqueava. No caso de Ashley, foram 47 facadas ao total.  

De acordo com os promotores, Ashley Ellerin possivelmente foi morta antes da chegada de Ashton em sua casa.