AnaMaria

Coluna da Estopinha: Latidos excessivos com dias contados

Antes, vale descobrir o que causa essa reação

Alexandre Rossi Publicado em 23/05/2017, às 16h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Coluna da Estopinha: Latidos excessivos com dias contados - iStock/Reprodução Instagram
Coluna da Estopinha: Latidos excessivos com dias contados - iStock/Reprodução Instagram
A leitora de AnaMaria Ester Fujimoto é dona da Meg, uma poodle toy de 14 anos que late sem parar e quer saber se isso tem jeito. Ester, acredite, sim! Antes, vale descobrir o que causa essa reação na Meg (alguém em especial, medo de quando chegam perto, se o latido é para criança, mulher ou homem...). Como não sabemos o real problema, seguem opções para ajudar a Ester e outros tutores. Observe e questione: 
1. O animal fica horas sozinho? Se sim, ele tem distração para esse período? Ocioso, o pet vocaliza em excesso. Ou, se for muito ligado ao dono, pode ter sintomas de ansiedade de separação, como latir muito.
2. Não passear diariamente, falta de enriquecimento ambiental (atividades para o cão se entreter), ausência de interação com outros indivíduos e até medo podem desencadear o latido desenfreado. Muitos pets têm energia de sobra e precisam liberá-la. Medidas para amenizar – ou até a eliminar – esse comportamento? Saia com o seu cãozinho todos os dias, mantenha o local onde ele fica cheio
de entretenimento, principalmente, para as horas solitárias, dê carinho e atenção e sempre o leve ao veterinário para realizar check-ups. Se o caso for extremo, procure um adestrador que utilize reforço positivo para os treinos – não broncas. E lembre-se: todo treinamento requer paciência, repetição e carinho.

CURIOSIDADE
O que faz a alegria dos pets?
Alguns brinquedos são verdadeiros parques de diversões para o peludo, como bolas de tênis (fortes, podem ser molhadas), ossos de náilon duro (mantêm a saúde bucal) e garrafas PET (com furos e petiscos dentro). Agora é só brincar com o amigão. 

PERGUNTE QUE A ESTOPINHA RESPONDE


Estopinha, passear com o cachorro no calor faz mal?
Por Mariana Peixoto, Curitiba, PR.

Olha, tia, depende muito de cada cachorrinho. Afinal, alguns sentem mais calor do que outros. O importante é entender o limite do seu cãozinho, porque no calor a gente pode cansar mais rápido do que em dias mais tranquilos, sabe? O papis sempre toca o asfalto
com a mão para ver se não tem problema e eu queime a patinha. Mas os melhores horários para passear são pela manhã e no fim
de tarde, quando o sol não está tão forte! Ah, e não esqueça de levar água para você e ele, para ficarem bem hidratados e com a pele linda! Hahaha! A mamis sempre deixa picolé de água de coco no congelador e, quando chegamos em casa..., já viu, né? Hahaha!

Alexandre Rossi é zootecnista e especialista em comportamento pet. Autor de livros e fundador da Cão Cidadão, comanda o Missão Pet (Nat Geo) e É o Bicho (BandNews FM). caocidadao.com.br

Envie suas sugestões e perguntas para o e-mail anamaria@maisleitor.com.br