AnaMaria

Comer, rezar e amar: a jornada de Elizabeth Gilbert em busca do autoconhecimento

No livro “Comer, rezar, amar”, a autora nos convida a descobrir diferentes culturas

Da Redação Publicado em 27/07/2020, às 17h30 - Atualizado às 17h34

Elizabeth Gilbert: uma mulher que deixou tudo de lado para embarcar em uma jornada de autoconhecimento - Reprodução/Amazon
Elizabeth Gilbert: uma mulher que deixou tudo de lado para embarcar em uma jornada de autoconhecimento - Reprodução/Amazon

Se você também é daqueles que ama viajar, já deve ter ouvido falar sobre o best-seller “Comer, rezar, amar”, ou até mesmo assistido à versão que foi parar nas telonas, estrelada por Julia Roberts. Com mais de 10 milhões de cópias vendidas, Elizabeth Gilbert conta, em uma autobiografia, como resolveu mudar toda a sua vida de uma hora para a outra. Nascida em 18 de julho de 1969 em Waterbury, nos Estados Unidos, aos 31 anos, Elizabeth parecia ter tudo o que sempre quis: um bom marido, uma casa nova e uma carreira de sucesso. No entanto, não estava feliz. 

Quando percebeu que seu estilo de vida lhe trazia mais pânico do que bem-estar, resolveu partir em uma jornada de autoconhecimento. Após um divórcio, uma desilusão amorosa e uma depressão que lhe rondava, a autora pediu demissão do seu emprego, colocou seus bens materiais à venda e embarcou sozinha em uma incrível viagem para a Itália, Índia e Indonésia.

O principal objetivo de Gilbert era conhecer lugares onde pudesse analisar sua própria natureza, lidando com diferentes culturas e pessoas. A partir de uma linguagem leve e bem-humorada, o livro traz um relato bastante pessoal de Elizabeth a respeito de toda a sua jornada, e nos convida a mergulhar de cabeça em todos os países, aprendendo que a busca pela felicidade não depende de padrões impostos pela sociedade.

Ficou curioso? Então dá uma olhada nesse trecho inédito da obra, que está disponível na versão física e digital no site da Amazon: 

“Já que Deus nunca fecha uma porta na sua cara sem abrir uma janela (ou qualquer coisa que seja o velho ditado), algumas coisas maravilhosas aconteceram comigo à sombra de toda aquela tristeza. Para começar, finalmente comecei a aprender italiano. Em segundo lugar, encontrei uma Guru indiana. Por fim, convidada por um velho xamã a ir morar com ele na Indonésia”. 

Comer, rezar, amar - https://amzn.to/2CIwBYL 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com o site da Amazon. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Ana Maria pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/33nX4U6 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2QmErLa