AnaMaria
Últimas Notícias / Tóquio 2020

Comitê Olímpico Brasileiro repudia atitude de jogadores de futebol em cerimônia de premiação

COB emitiu uma nota para condenar atitude de abandonar o uso do agasalho oficial

Da Redação Publicado em 08/08/2021, às 08h56 - Atualizado às 08h56

Seleção Brasileira de Futebol descumpriu ordem de usar agasalho oficial da delegação - Lucas Figueiredo/Divulgação CBF
Seleção Brasileira de Futebol descumpriu ordem de usar agasalho oficial da delegação - Lucas Figueiredo/Divulgação CBF

Apesar de celebrar a conquista da medalha de ouro no futebol olímpico masculino, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) emitiu uma nota neste domingo (8) para repudiar a atitude dos jogadores de abandonar os agasalhos oficiais da delegação na cerimônia de premiação. O uso do uniforme faz parte de um acordo com os patrocinadores e, assim, influencia na arrecadação de recursos para os próximos anos.

O episódio aconteceu após a Seleção Brasileira vencer a Espanha na final do futebol masculino. Além de não usar o uniforme fornecido pela chinesa Peak, eles o amarraram na cintura enquanto vestiam a camisa do time, da Nike.

Os jogadores declararam que receberam a ordem da Confederação Brasileira de Futebol. Ao UOL Esporte, a CBF afirmou que não tinha conhecimento da decisão. 

Ainda na nota, o Comitê afirmou que tomará medidas públicas para punir os jogadores logo depois do fim dos Jogos Olímpicos, cujo encerramento acontece neste domingo (8). Segundo o comunicado, “as energias do Comitê estão totalmente voltadas para a manutenção dos trabalhos que resultaram na melhor participação brasileira na História das Olimpíadas”, declararam.

Vale lembrar que a decisão pode acarretar consequências especialmente no patrocínio de atletas iniciantes em esportes com menos investimento (o que não é o caso do futebol). Além disso, a atitude pode gerar repercussões no Comitê Olímpico Internacional (COI), já que ele aprova os uniformes de todos os países.