AnaMaria

Papa Francisco alerta sobre a Amazônia, durante missa que marca o início do Sínodo dos Bispos

Papa Francisco chama atenção para a Amazônia no início do Sínodo dos Bispos

Da Redação Publicado em 06/10/2019, às 11h13 - Atualizado às 11h14

Papa Francisco alerta sobre a Amazônia - Acervo Pessoal/ Papa Francisco
Papa Francisco alerta sobre a Amazônia - Acervo Pessoal/ Papa Francisco

Papa Francisco fez um alerta sobre a Amazônia durante a missa de abertura do Sínodo dos Bispos, neste domingo (06).

O Papa afirmou que o fogo que foi ateado na floresta trata-se de uma ação realizada por “interesses que destroem”. Ele ainda declarou que o elemento flamejante que o local precisa é o do “amor de Deus”.

Durante seu discurso, mencionou a passagem bíblica do Antigo Testamento, no momento em que Moisés, o profeta, conversa com Deus. Ele ainda falou o “fogo da missão” é o necessário, e não aquele “que vem do mundo” que acaba dizimando povos e culturas.

A autoridade terminou dizendo que o calor “devorador alastra quando se quer fazer triunfar apenas as próprias ideias, formar o próprio grupo, queimas as diferenças para homogeneizar tudo e todos”.

O EVENTO

A manifestação da santidade fez parte de um encontro de bispos da Igreja Católica, que começou neste domingo (06) e durará até o dia 27 de outubro, no Vaticano.

Os assuntos discutidos em tais eventos tratarão de diversos temas ambientais, sociais e próprios da Igreja.

Os participantes, além de Francisco, são bispos, padres e freiras de países como Brasil, Boívia, Colômbia, Suriname, Equador, Peru, Guiana Francesa e Venezuela. Estarão presentes também estudiosos e membros da Organização das Nações Unidas (ONU) e membros do escritório do Vaticano.

O Sínodo terá brasileiros em grande quantidade, pois a maior parte do aglomerado amazônico se encontra no Brasil.