AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Últimas Notícias / VIDA PESSOAL

Susana Vieira entrega segredo para não se abalar com as críticas

Susana Vieira abriu o jogo sobre o convívio com seus parentes

Da Redação Publicado em 01/12/2023, às 21h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Susana Vieira - Foto: Reprodução/Instagram
Susana Vieira - Foto: Reprodução/Instagram

Susana Vieira é uma mulher de personalidade forte e sempre deixou isso claro ao longo de sua carreira. Em entrevista à Caras, ela falou abertamente sobre o convívio com seus parentes e o segredo para não se abalar com as críticas

"Eu me refaço muito rapidamente e ninguém me fere, já cheguei a essa conclusão. Posso ser ferida como atriz, se alguém achar que eu fiz alguma coisa ruim. Sou ferida quando vejo a Guerra da Ucrânia, quando vejo aquele Hamas desgraçado. Mas emoções? Não me ferem", refletiu.

"Podem me ferir um pouquinho no começo, mas depois percebo que não mereço, nem de parentes, nem de amigos. Brigo muito com a minha família, volto, mas ninguém me fere, eu não firo ninguém, e a gente vive sempre muito feliz", continuou.

"Não tem um tijolo que não foi do meu trabalho. Não tem um marido, um amante, um diretor da Globo, nada. Não tive. Sozinha, eu construí uma casa que eu amo, tenho quatro cachorrinhos que eu sustento, sete funcionários que me ajudam. Meu cabelo, é oito mil reais [para fazer]. Minha casa tem seis andares. Vocês acham que estou triste? Estou feliz!", acrescentou.

VIDA SEXUAL

Ela também comentou sobre sua vida sexual durante participação no especial de Angélica para o Globoplay. Na ocasião, a atriz de 81 anos destacou a fase mais vulnerável de sua vida: quando descobriu o diagnóstico de leucemia.

Apesar do susto, a atriz encontrou forças para enfrentar a situação. "Eu não acreditava em vida após a morte, então eu falei: 'Não vou deixar acabar, não vou ao encontro do Senhor, do céu, quero aqui, agora'. Isso me salvou", destacou.

Em seguida, declarou como está a sua vida sexual após ter sobrevivido à doença: "Quando a gente está vaidosa, a gente não morre. A gente está vivo porque está se sentindo mulher e vaidosa. Acho que ainda encontro sexo, ainda vou ser beijada na boca".

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!