AnaMaria
Famosos / Eita

Rita Lee teve ajuda de Elis Regina para sair da prisão durante a gravidez: ‘’Não esperava’’

Cantora alegou prisão injusta por porte de maconha

Da Redação Publicado em 30/11/2020, às 08h48 - Atualizado em 09/12/2020, às 10h10

Elis Regina ajudou Rita Lee a sair da prisão - Diuvlgação
Elis Regina ajudou Rita Lee a sair da prisão - Diuvlgação

Presa em meados de 1976, logo após descobrir a gravidez do primeiro filho, Rita Lee contou com a ajuda de Elis Regina para sair de trás das grades. Pelo menos foi o que ela disse durante uma live com Ronnie Von, no último domingo (29).

Na ocasião, a cantora disse que Elis "rodou a baiana" na delegacia ao ir visitá-la.

"Fiquei grávida e fui presa. Foi um carma louco. A primeira vez que engravidei na vida fui presa inocentemente. Naquela época dos festivais da Record, Mutantes e Tropicalismo, Elis passava pela gente virando a cara. Ela fez parte daquela passeata contra o uso da guitarra elétrica na música brasileira", disse ela, acrescentando que não esperava a visita.

"A última pessoa que eu esperava que fosse me visitar na cadeia era a Elis. Quando o carcereiro falou: 'Oh, Ovelha Negra, tem uma cantora famosa aí que está rodando a baiana, dizendo que vai chamar a imprensa. Ela quer te ver. Aí o delegado mandou te chamar'", prosseguiu.

Na sequência, Rita contou que saiu da cela e viu Elis com o filho. No mesmo instante, ela soltou a mão do garoto e foi ao encontro dela.

"Perguntou como eu estava, que tinha sabido pelo jornais que eu estava grávida e disse que eu estava muito magra. Aí ela começou a falar duro com os policiais: 'O que vocês estão fazendo com ela?'. O que ela berrou, o que ela aprontou lá dentro. E você pensa que os caras falavam alguma coisa? Não falavam nada. Ela baixinha cobrando: 'Eu quero um médico já. Se não vier já, eu chamo a imprensa. Ninguém mexia com a Elis. Ela era do Olimpo", acrescentou.

Na época, Rita estava grávida de Beto Lee, o primeiro de seus três filhos. Ele nasceria em março do ano seguinte.

De acordo com a cantora, ela foi presa injustamente por porte e uso de maconha. No entanto, alegou que não fazia o uso da droga na ocasião devido à gravidez.