AnaMaria
Últimas Notícias / Premiação Internacional

Anitta, Nego do Borel e Criolo são indicados ao Grammy Latino

Anitta, Nego do Borel e Criolo são destaques nas indicações do Grammy Latino

Da Redação Publicado em 24/09/2019, às 14h52 - Atualizado às 14h52

Nego do Borel, Anitta, Criolo - Reprodução/Instagram
Nego do Borel, Anitta, Criolo - Reprodução/Instagram

A organização do Grammy Latino divulgou a lista completa dos indicados à 20° edição da premiação na tarde desta terça-feira (24). Muitos nomes da música brasileira foram indicados, inclusive nas categorias gerais, e não somente nas específicas de cada país da América Latina.

A cantora pop Anitta foi indicada pela primeira vez à categoria de Melhor Álbum de Música Urbana por seu mais recente trabalho ‘Kisses’. Já Criolo foi nomeado em duas categorias: na competição geral, o videoclipe da canção ‘Boca de Lobo’ irá disputar o prêmio de ‘Melhor Clipe Curto’ com ‘Me Solta’ do cantor Nego do Borel.

Nas redes sociais, os indicados aproveitaram para agradecer o reconhecimento da academia. Anitta usou sua conta no Twitter para escrever um texto em espanhol para anunciar sua indicação.

“Muito muito feliz de ser nomeada à 20° Entrega Anual do Grammy Latino na categoria de Melhor Álbum de Música Urbana com meu álbum ‘Kisses’! Obrigada Grammy Latino, obrigada a todos os meus amigos que aceitaram estar comigo neste projeto que tanto amo”, escreveu. 

Criolo foi ao seu Instagram para publicar um agradecimento pelo reconhecimento: “Família! Estamos muito felizes com as 2 indicações que recebemos hoje para o Grammy Latino.  ‘Boca De Lobo’ como Melhor Vídeo Musical Curto (clipe) e ‘Etérea’ como Melhor Canção em Português. Muito, muito obrigado a cada um e cada uma que fez parte de alguma forma dos dois projetos”, declarou. 

Confira os demais indicados à premiação, que acontecerá no dia 14 de novembro em Los Angeles, nos Estados Unidos. 

Canção do Ano

"Calma" — Pedro Capó, Gabriel Edgar González Pérez & George Noriega
"Desconstrução" — Tiago Iorc
“El País” — Rubén Blades
“Kitipun” — Juan Luis Guerra
“Mi Persona Favorita” — Camila Cabello & Alejandro Sanz
“No Tengo Nada” — Alejandro Sanz
“Quédate” — Kany García & Tommy Torres
“Querer Mejor” — Rafael Arcaute, Alessia Cara, Camilo Echeverry, Juanes
“Un Año” — Mauricio Rengifo, Andrés Torres & Sebastián Yatra
“Ven” — Fonseca

Melhor Música Pop

“Bailar” — Leonel García
“Buena Para Nada” — Paula Arenas, Luigi Castillo & Santiago Castillo
“Mi Persona Favorita” — Camila Cabello & Alejandro Sanz
“Pienso En Tu Mirá” — Antón Álvarez Alfaro, El Guincho & Rosalía
“Ven” — Fonseca

Melhor Fusão/Interpretação Urbana

“Tenemos Que Hablar” — Bad Bunny
“Calma (Remix)” — Pedro Capó & Farruko
“Pa’ Olvidarte (Remix)” — ChocQuibtown, Zion & Lennox, Farruko Featuring Manuel Turizo
“Con Calma” — Daddy Yankee Featuring Snow
“Otro Trago” — Sech Featuring Darell

Melhor Álbum de Música "Urban"

Kisses — Anitta
X 100PRE — Bad Bunny
Mi Movimiento — De La Ghetto
19 — Feid
Sueños — Sech

Melhor Canção "Urban"

“Baila Baila Baila” — Ozuna & Vicente Saavedra
“Caliente” — J Balvin, René Cano, De La Ghetto & Alejandro Ramirez
“Con Altura” — J Balvin, Mariachi Budda, Frank Dukes, El Guincho, Alejandro Ramirez & Rosalía
“Otro Trago” — Kevyn Mauricio Cruz, Kevin Mauricio Jimenez Londoño, Bryan Lezcano Chaverra, Josh Mendez, Sech & Jorge Valdes
“Pa’ Olvidarte” — René Cano, ChocQuibtown, Kevyn Cruz Moreno, Juan Diego Medina Vélez, Andrés David Restrepo, Mateo Tejada Giraldo, Andrés Uribe Marín, Juan Vargas & Doumbia Yohann

Melhor Canção em Língua Portuguesa

"Ansiosos para Viver" — Mestrinho
"Desconstrução" — Tiago Iorc
"Etérea' — Criolo
"Mil e Uma" — Claudia Brant e Arnaldo Antunes
"Sem Palavras' — António Zambujo

Melhor Álbum de Música Popular Brasileira

O Amor no Caos —  Zeca Baleiro
Canta Tito Madi — Nana Caymmi
Tudo É Um —  Zélia Duncan
Tempo Mínimo — Delia Fischer
OK OK OK — Gilberto Gil
Besta Fera — Jards Macalé

Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa

O Tempo É Agora — Anavitoria
Tarântula — As Bahias e a Cozinha Mineira
Todxs — Ana Cañas
Para Dias Ruins — Mahmundi
Selfie — Jair Oliveira

Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa

Vulcão — The Baggios
O Futuro Não Demora — BaianaSystem
O Céu Sobre A Cabeça — Chal
Goela Abaixo — Liniker e Os Caramelos
Matriz — Pitty

Melhor Álbum de Música Cristã (Língua Portuguesa)

Gente — Priscilla Alcântara
Sagrado — Adriana Arydes
Guarda Meu Coração — Delino Marçal
Preto No Branco 3 — Preto No Branco
360º — Eli Soares

Melhor Álbum de Música Sertaneja

Hora Certa — Paula Fernandes
Francis & Felipe — Francis & Felipe 
Em Todos Os Cantos — Marilia Mendonça
Live Movel — Luan Santana
Ao Vivo Em São Paulo — Mano Walter