Pigarro na garganta: o que pode ser e como tratar o sintoma

O problema acontece quando ele é sentido de forma permanente

*Dra. Maura Neves, colunista de AnaMaria Publicado terça 11 maio, 2021

O problema acontece quando ele é sentido de forma permanente
Muitas pessoas descrevem a sensação do pigarro como algo preso na garganta - Pixabay

Esta semana vou falar daquele bichinho do "ram ram", ou aquele famoso pigarro na garganta que acontece frequentemente. Antes de mais nada, é importante deixar claro que o pigarrear, ou limpar a garganta, pode ser necessário em alguns momentos do dia ou isoladamente em algumas situações como quando engasgamos. 

Trata-se de um movimento da garganta que ajuda a retirar algo que esteja próximo das cordas vocais, seja secreção, algum alimento ou saliva, por exemplo. Basicamente, é um mecanismo de defesa da via aérea para evitar que algum corpo estranho "entre" na passagem de ar para os pulmões. 

Se o pigarrear for efetivo, o incômodo é resolvido, pois consegue remover o corpo estranho da garganta. Este pode ser expelido por tosse ou ser engolido. O problema está quando o pigarro é sentido permanentemente. E é deste tema que falaremos hoje! 

A sensação de pigarro constante vem de alguma inflamação na garganta. Mais precisamente na laringe, ou do local onde ficam as cordas vocais. Muitas pessoas o descrevem como algo preso na garganta.

Também já ouvi descrições como "uma pipoca presa" ou um "grão de arroz parado". No geral, chamamos isso de "sensação de corpo estranho na garganta". E todas devem sem investigadas. A principal causa deste sintoma é o refluxo faringolaringeo, ou apenas refluxo.  

O PAPEL DO REFLUXO NO PIGARRO
Quando o ácido do estômago atinge a garganta, ocorre uma inflamação nesta região. Isto causa sintomas como tosse seca, rouquidão e pigarro. Neste caso, a sensação de algo preso na garganta é muito frequente e pode piorar em alguns momentos do dia, como após as refeições ou ao deitar. 

E quanto mais a pessoa pigarrear, mais inflamado e pior fica. A solução é identificar a presença do refluxo e fazer o tratamento direcionado a ele. Isto envolve algumas mudanças de hábito necessárias, como: 

  • Evitar gorduras, alimentos condimentados, café, chá preto ou mate e chocolate. 
  • Evitar bebidas alcoólicas e gaseificadas 
  • Deitar ao menos 2 horas após as refeições. 
  • Realizar dieta fracionada: comer entre as refeições para evitar comer demais nas principais refeições. 
  • Evitar obesidade. 
  • Além disto, pode ser necessário o uso de medicamentos para controle dos sintomas, o que será definido após avaliação medica. 

Outra causa de pigarro pode ser problemas no nariz, como rinite ou sinusite. Neste caso, o pigarro é uma defesa da via respiratória inferior. Como há uma inflamação no nariz, a produção de secreção é maior e ela escorre do nariz para a garganta. Chamamos isso de "secreção posterior" ou gotejamento posterior, que gera tanto tosse quanto pigarro. 

CIGARRO CAUSA PIGARRO?
O tabaco também causa alterações inflamatórias, tanto na garganta quanto em toda a via respiratória. Além da inflamação, há alteração nos mecanismos de remoção de secreção, o que gera o pigarro. 

Outro problema nos tabagistas é se o pigarro for causado por algum tumor na via respiratória. Como falei acima, nosso corpo sente como a presença de algo preso que não deveria estar lá que pode ser secreção ou um tumor na pior das hipóteses. 

COMO ME LIVRO DO PIGARRO?
Chás, inalação, gargarejo! São tantas receitas que fico até perdida. No geral, nenhuma delas trata as causas do pigarro. E o tratamento ideal deve sempre ser direcionado a causa do problema para ser mais eficaz. 

*DRA. MAURA NEVES é formada na Medicina pela Faculdade de Medicina da USP. Residência em Otorrinolaringologia pelo HC- FMUSP. Fellow em Cirurgia Endoscópica pelo HC- FMUSP. Doutorado pela Faculdade de Medicina da USP. Médica Assistente do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo -SP. Aqui na Revista AnaMaria, trará quinzenalmente um conteúdo novo sobre a saúde do ouvido, nariz e garganta. Instagram: @dra.mauraneves

Último acesso: 01 Aug 2021 - 06:37:32 (1144782).